No Volante

Como evitar dores no corpo relacionadas à direção

O principal problema é que, ao dirigir, ficamos muito tempo parados na mesma posição. “São posturas estáticas, mantidas sem muito movimento. Quanto mais permanecer na mesma postura, mais o metabolismo muscular acaba sendo prejudicado”, explica o fisioterapeuta Rodrigo Moura, do Centro de Reabilitação e Condicionamento Físico FortaleSer, de Belo Horizonte. Por isso, o especialista enfatiza que é importante se mexer.

Se você trabalha no trânsito ou passa muitas horas dirigindo, deve fazer paradas a cada uma ou duas horas para movimentar o corpo. “O simples ato de andar já ajuda. A gente recomenda realizar alongamentos do pescoço, braços, colunas para aumentar a oxigenação”.

 

O cuidado com a postura ao volante também é essencial. Veja as recomendações do fisioterapeuta:

Distância do banco em relação aos pedais: ao fazer o ajuste, cuide para o joelho não ficar nem totalmente esticado e nem totalmente flexionado.

Altura do banco: se puder regular, preste atenção para não deixar o banco muito baixo, forçando o quadril a permanecer muito flexionado. Ao fazer este ajuste, considere também que os braços devem formar um ângulo reto em relação ao corpo quando você está com as mãos na direção.

Inclinação do banco: evite exagerar na inclinação para frente ou para trás. O ideal é uma inclinação entre 110 e 120 graus (imagine um relógio de ponteiros em que o assento marca as horas e o encosto marca os minutos: é como se o assento estivesse marcando 9 horas e o encosto, entre 4 e 5 minutos. A posição em que esse relógio marca 9h em ponto forma um ângulo que também prejudica seu corpo!).

A melhor prevenção para essas dores e desconfortos, porém, é manter hábitos gerais de uma vida saudável: fazer exercícios regularmente, ter boa qualidade de sono, alimentar-se bem, prestar atenção ao peso. Esse conjunto de cuidados é indispensável! “Se a pessoa pratica atividades físicas regularmente, isso já ajuda a prevenir dores e desconfortos”, diz Rodrigo.

O fisioteraupeuta dá uma recomendação extra: quem sofre com inchaços deve estar atento aos sintomas nos pés ao ficar muito tempo sentado. Se notar inchaços, está mais do que na hora de fazer uma pausa e movimentar o corpo. O uso de meias de compressão também pode ajudar.

Você sofre com dores no corpo associadas à direção? Como você se cuida? Compartilhe também suas dicas nos comentários!

 

  • No Volante Mês da Mulher: veja 8 dicas para dirigir a sua vida.

    Saiba mais