Viagens

Por que viajar de carro sozinha pode mudar a sua vida?

Só você e a estrada. Já imaginou? É realmente uma sensação única: chegar ao destino desejado só depende de você. É uma grande responsabilidade para assumir, mas com a sensação toda especial de conquistar o asfalto sozinha. “Sem dúvida é uma maneira de aumentar a autoestima, reforçar a sua autonomia e usufruir da sensação de liberdade”, comenta Aurinez Rospide Schmitz, que é psicóloga, especialista em Psicologia do Trânsito e Psicologia Clínica e Diretora do Ande Bem – Instituto de Psicologia do Trânsito. Conversamos com a Aurinez, que deu algumas dicas para você botar o pé na estrada com segurança e curtir muito cada quilômetro conquistado. Confira!

Antes da viagem

Toda mulher deve pegar a estrada sozinha de carro pelo menos uma vez na vida. Pode ser  libertador! Encare este desafio de cabeça erguida, confiante de que você pode superar qualquer dificuldade e, claro, com toda a segurança. Não deixe de fazer a revisão no carro antes de viajar e fique atenta aos itens básicos que devem ser verificados:

– Óleo;

– Nível da água;

– Calibrar pneus;

– Encher o tanque;

– Verificar o funcionamento dos limpadores de para-brisa;

– Calibrar o estepe e verificar sua localização;

– Conferir os documentos: CNH, documento do carro e cartão do seguro.

“Estes aspectos parecem óbvios, mas às vezes passam despercebidos e são fundamentais para sua tranqüilidade”, enfatiza Aurinez.

Planeje o roteiro

Outra dica pré-viagem da Aurinez é o planejamento do roteiro: “Saiba as cidades por onde vai passar, identifique no trajeto alguns locais de parada com segurança. Planeje paradas a cada duas horas para ir ao banheiro e espichar as pernas”. As paradas são importantes para recarregar as energias do corpo e da cabeça. Afinal, você precisa se alimentar (nada muito pesado) e dar um tempo da estrada, caso sua viagem seja longa. Dirigir por muito tempo pode ser física e mentalmente exaustivo. “Além disso, utilize os recursos tecnológicos, mas lembre que eles não podem te tirar a atenção da direção”, completa a psicóloga.

Retome o objetivo da viagem

“Desfrute do percurso, assim a chegada será a cereja do bolo, não a única, mas mais uma etapa a ser comemorada”, comenta Aurinez. Lembre-se: você está viajando sozinha pela curtição de cumprir este objetivo so-zi-nha. Não fique pensando no tempo que vai levar, curta o momento.

Após a chegada é só curtição. Aurinez ainda chama a atenção para este momento: “Esta conquista é sua. Respire fundo, você chegou. Aproveite bem, mas lembre também que o retorno necessita de planejamento. Não descuide da alimentação, cuidado com a ingestão de bebida alcoólica e descanse o suficiente para retornar em segurança”.

  • Viagens Cachorro, gato, crianças: garanta a segurança de todos nas viagens de final de ano

    Saiba mais
  • No Volante Tudo o que você precisa saber antes de alugar um carro

    Saiba mais