No Volante

Qual carro comprar? Especialista dá dicas para você tomar a melhor decisão

Design de brilhar os olhos? Prestações que cabem no orçamento? Se esses são os seus dois principais critérios na hora de comprar um carro, saiba que pode não estar tomando a melhor decisão ao escolher um carro. Leandro Mattera, consultor automotivo e autor do livro digital Como escolher o seu carro ideal, criou um método com dicas bastante práticas mesmo para quem é comprador de primeira viagem.

Qual Carro Comprar

Como essa é uma decisão importante, que envolve segurança e representa, geralmente, um investimento financeiro relevante para o comprador, ela não deve ser tomada apenas a partir do apelo emocional: “Comprar pelo desejo é ir pelo lado impulsivo. De repente a pessoa vai por algum elemento de design, algum mimo que de repente parece interessante, mas que no conjunto pode virar algo decepcionante”, explica o consultor. Não é que o gosto pessoal deva ficar de lado, mas, antes desse critério, é essencial priorizar outros. Mattera sugere que o comprador siga cinco passos.

O primeiro deles é a avaliação das reais necessidades que o veículo precisa suprir: quantas pessoas serão transportadas? É necessário um porta-malas maior? É um carro para andar mais na estrada, onde a potência do motor é importante, ou na cidade, onde um carro mais econômico pode fazer mais sentido? Faça essa reflexão antes mesmo de olhar os modelos disponíveis. Não corra o risco de se apaixonar por um determinado carro para somente mais tarde descobrir, por exemplo, que ele não cabe na vaga de estacionamento do seu condomínio. Pense, antes de tudo, nas suas necessidades reais.

O segundo passo, de acordo com o consultor, é avaliar a qualidade dos modelos disponíveis que se encaixam na sua necessidade. “Pense em modelos que tenham projetos globais (o mesmo modelo no Brasil, Europa, Estados Unidos), em marcas com bom histórico de confiabilidade, de poucos gastos de manutenção e com uma boa rede de pós-venda”, recomenda Mattera.

Em seguida, verifique as notas dos modelos escolhidos em testes de colisão e os dispositivos de segurança disponíveis. “Vida e saúde são valores acima de todos os outros. Como os veículos trafegam em alta velocidade, os riscos são muito elevados em caso de impacto”, lembra o especialista. Portanto, não subestime a importância de itens como freios ABS e airbags, obrigatórios em veículos novos. Se estiver procurando um semi-novo, confira se o modelo já possui esses dispositivos.

No processo de decisão criado por Mattera, o quarto passo é a análise financeira. Para ele, essa análise deve ir muito além dos custos de aquisição: “Os gastos começam no momento da compra, com preço de aquisição e transferência, por exemplo, abrangem todo o período de propriedade, com consumo de combustível, manutenção, seguro, tributos, e terminam lá na frente, no futuro, com a depreciação”, detalha o consultor.

Nesta etapa, muitos compradores cometem um dos principais erros que ele observa: olhar apenas o valor de compra ou, pior ainda, das prestações:

 

“Aqui, a pessoa pode cair naquela situação em que o barato sai caro. Alguns carros que não têm qualidade, não têm segurança, aparentemente podem ter um preço mais convidativo no momento de comprar, mas depois têm alto custo para manter e, quando vender, haverá uma grande depreciação”.

 

Depois de analisar os itens anteriores, aí sim, é a hora de deixar o lado emocional falar mais alto. Entre as opções que resistirem aos filtros anteriores, vale escolher aquele que melhor atende aos gostos pessoais: “Por que eu deixo isso por último? Porque muitas vezes as pessoas compram um carro motivadas por desejos e não pelas necessidades. Quem faz isso está invertendo essa ordem e pode vir a ter arrependimentos muito grandes”, pondera.

O especialista ainda oferece uma dica extra: preste atenção à reputação do processo de pós-venda das marcas, escolhendo uma concessionária com um bom histórico, que não fique empurrando serviços ou itens desnecessários.

Você já recebeu alguma dica valiosa que fez a diferença na hora de decidir qual carro comprar? Compartilhe com a gente nos comentários!

  • DICAS Carro automático ou manual?

    Entenda as diferenças e veja qual é melhor para você

    Saiba mais
  • CAMPANHA Nove mulheres com mensagens simples e cheias de poder

    Saiba mais