A mineira que é exemplo como motorista e professora

O carro é uma ferramenta de trabalho indispensável

Seiscentos quilômetros rodados por semana, 41 turmas e quase mil alunos. Estes números fazem parte da rotina da professora Dayana Vieira de Rezende Silva. Aos 32 anos, ela é apaixonada pela profissão e pela estrada.

A mineira dirige entre Carandaí, a cidade em que mora, Congonhas, Ouro Branco e Conselheiro Lafayete, todos os dias. Para dar conta da maratona, diz que é preciso muito planejamento e que faz de seu porta-malas um guarda-roupas. Lá, ela encontra tudo o que precisa em bolsas separadas, uma para cada escola.

“Começo a arrumar minhas coisas no domingo. Para cada cidade, tenho uma bolsa específica, onde guardo o material direcionado para determinada turma ou escola”, conta.

Com muita dedicação e amor à profissão que escolheu, ela diz que o cansaço é grande e quando dá tempo, entre uma escola e outra, tira um cochilo no carro estacionado, mesmo.

A professora, que sempre gostou de dirigir, diz nunca imaginou que seu carro seria tão indispensável para o trabalho. Quanto ao futuro, ela até cogita continuar na estrada de um jeito diferente. Ser motorista de caminhão é uma possibilidade, pois já tem carteira específica.

O seu carro também é super importante para o seu trabalho? Conte pra gente aqui. A sua história pode ser publicada nessa página!

  • Minha história Ela largou o emprego e transformou a paixão por direção e por pessoas em trabalho

    Saiba mais
  • Minha história Como se preparar para uma viagem sozinha

    Saiba mais