As convidadas do talk show De Carona com a Liv assumem a direção de coisas bem diferentes

A apresentadora-mirim conversou com Cristina Rosito , Vanessa Martins e Vera Egito.

Liv gosta de apostar corrida, jogar videogame, lutar judô, brincar com a boneca Frozen, imaginar que na rotina do Batman sobra espaço para preparar o jantar depois de salvar o mundo: ela se diverte muito, o tempo inteiro, e espera que todas as crianças possam, como ela, brincar de qualquer coisa que sentirem vontade. A menina, aos 5 anos, conquistou muita gente com seus vídeos no YouTube e no Facebook. No vídeo mais popular, defende que não existe brinquedo só “de menino” ou só “de menina”, que brinquedo é de criança. Se alguns vêem ingenuidade infantil, outros podem ver sabedoria no seu jeito de ver o mundo: estamos todos aqui para sermos felizes.

Ninguém poderia ser melhor que a Liv para virar apresentadora no talk show da campanha “Ela vai dirigir o que quiser”. Ela brinca do que quer e, quando crescer, também poderá encarar a profissão que quiser – por enquanto, o sonho é ser policial (mas ela também pode ser bombeira, dentista, enfermeira, a lista de possibilidades é imensa – e já foi tema de um de seus vídeos).

Como entrevistadora-mirim, Liv conheceu três mulheres que também acreditam que meninas e meninos, mulheres e homens, todos devem ter o direito de fazer o que quiserem. As três são, elas próprias, exemplos de destaque em áreas que a maioria das pessoas tradicionalmente vê como masculinas: Vera Egito é roteirista e diretora de filmes para o cinema e publicidade, Vanessa Martins administra uma oficina mecânica e Cristina Rosito é piloto de corrida e já disputou quase todas as modalidades existentes de velocidade.

Já que o assunto é carreira, será que Liv tem jeito para virar atriz quando crescer? A menina não perdeu a oportunidade de fazer uma brincadeira e pedir o palpite da diretora Vera Egito. “Acho que, com certeza, pode! Mas acho também que é cedo e que ela vai poder ser tudo o que quiser”, responde a diretora. Vera teve certeza do que queria quando era adolescente. Na época, quando assistiu ao filme Carlota Joaquina, dirigido por Carla Camurati, foi como se os caminhos se abrissem: uma mulher na direção de um filme passou a parecer uma possibilidade mais real.

Com o tempo, Vera conquistou seu espaço. Hoje dirige filmes publicitários, videoclipes, programas de TV, além de dirigir e participar como roteirista de filmes para o cinema. Em 2009, teve dois curtas apresentados no Festival de Cannes e foi considerada “o jovem talento promissor” do ano. Tem no currículo filmes como Elis, Serra Pelada e Amores Urbanos. Participar da gravação com a Liv teve um gostinho especial para Vera, que é mãe da Glória, que também tem 5 anos:

“Fiquei muito feliz de conhecer a Liv e achei uma proposta muito divertida a de fazer esse bate-papo com uma criança, que tem a idade da minha filha, sobre o quanto uma menina pode fazer tudo o que ela quiser fazer e tudo o que ela se esforçar para fazer, dentro das possibilidades”.

Possibilidades estas que a Vera acredita ainda não serem iguais para homens e mulheres.

Vanessa Martins conta que já era fã da pequena youtuber. Recentemente, ela sofreu um AVC e precisou ser internada. Foi no hospital que ela descobriu um dos vídeos da Liv, em que a menina fala sobre a importância de sermos felizes no trabalho. Vanessa diz que o vídeo foi uma injeção de ânimo na sua recuperação. Tiago Lima, o pai da menina, conta que a Liv ficou impressionada ao ouvir a história: “Quer dizer que eu tenho um poder? O poder do riso!”. É isso mesmo: por mais difícil que seja a situação, é impossível não sorrir ao assistir um vídeo com a pequena Liv. O encontro, para Vanessa, foi emocionante: “Essa menina deu alegria à minha vida!”.

No passado, Vanessa escolheu deixar a profissão de nutricionista para administrar uma oficina mecânica que hoje é referência em atendimento e sustentabilidade. Pelo seu bom desempenho e desenvoltura ela também se tornou palestrante e consultora, instruindo e incentivando outras mulheres empreendedoras.

Com Cristina Rosito, Liv compartilha uma paixão: a velocidade. A convidada tem 40 anos de experiência nas pistas, correndo de kart, moto, caminhão, carro, dragster (um veículo que acelera a 300 km/h em 5 segundos!): “Sou a mulher que mais venceu corridas no Brasil. Atualmente, além de correr na Fórmula Truck, eu piloto na Superbike também”. Por enquanto, Liv gosta de apostar corridas de brincadeira mesmo: “Ela diz que é o Sonic!”, contou diz o pai, em referência ao personagem de videogame que tem como superpoder a corrida em alta velocidade.

Sobre rodinhas, diverte-se ainda com skate e patins, mas quem pode antecipar o que vem por aí? Só temos uma certeza: assim como a Liv, todas as crianças têm o direito de sonhar com o futuro que quiserem. “Essa conversa com a Liv só demonstra isso: que qualquer pessoa pode fazer o que quiser. Basta ter vontade e acreditar nos seus sonhos. Acho que essa campanha nos dá força e nos encoraja cada vez mais”, comemora Cristina.

Assista a todas as entrevistas do talk show De Carona com a Liv no site da campanha.

  • Campanha Ela vai dirigir o que quiser Quem é a Liv, a apresentadora-mirim do talk show mais inspirador da internet

    Saiba mais